Política

Nova Previdência elevou exigências, mas estas carreiras ainda têm vantagens

A reforma da Previdência aprovada em primeiro turno pela Câmara na semana passada torna mais rigorosa a regra para trabalhadores conseguirem suas aposentadorias. Ainda assim, algumas profissões continuam com requisitos mais brandos, como policiais e professores, em comparação com a maior parte da população. Para trabalhadores da iniciativa privada em geral que já estão no mercado, será necessário ter ao menos 65 anos (homens) ou 62 anos (mulheres), e 15 anos de contribuição para se aposentar. Homens que começarem a contribuir depois que a reforma passar a valer precisarão cumprir 20 anos de contribuição. Servidores públicos federais terão a mesma idade mínima, mas com 25 anos de tempo de contribuição.

 

Pagamento de até R$ 998 de abono do PIS começa na próxima quinta-feira

 O pagamento do abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou com carteira assinada em 2018 começa na quinta-feira (25). A liberação do dinheiro para os cadastrados no PIS vai considerar a data de nascimento, e os do Pasep, o dígito final do número de inscrição. Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberão o abono do PIS ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020. Recebem também este ano os servidores públicos cadastrados no Pasep com dígito final do número de inscrição entre 0 e 4. Os com final entre 5 e 9 receberão no próximo ano.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios